Não crie expectativas…crie vacas

O cidadão aborrecido veio me pedir conselho
E eu, abagualado e meio, disse que rosna e retoço se resolve na ponta do relho
O coitado apavorado saiu testaviando o nada
Disse que estava aporrinhado com o desdém de sua namorada

Com os olhos cheio d’água ele começou o relato
Me apavorei com a sensibilidade do mulato
Nunca vi homem chorar assim manhoso
Mas entendi o moreno e já fui ficando raivoso

Chorando me disse assim:
“Ela não me dá mais atenção
Nem sorri mais pra mim
Pra tudo que era sim, agora ela diz não”

Ele estava acabrunhado carente de quatro costado
Disse que estava solito e que não era bom namorado
Que a prenda que ele amava e jamais iria deixá-la
Estava deixando ele mais de canto que rodapé de sala

Eu disse pro xiru velho que isso é coisa de homem que não sabe lidar com a vida
Não adianta colocar o coração na ponta da faca
Pra curar e evitar qualquer ferida
Não crie expectativas…crie vaca!

images

Anúncios

Sobre luizcfgf

Administrador de Empresas, Colorado, Quaraiense, metido a judoca, metido a poeta...um pouco de tudo e um monte de nada.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s